Dicas gerais de alimentação!

Cuidado com os alimentos 0% de gordura, seu consumo não deve ser à vontade, afinal ele traz calorias de outros nutrientes.

Não se engane! Não é consumindo vinho todos os dias que você terá os benefícios do flavonóide resveratrol, presente nesta bebida. Para que você consuma a quantidade deste flavonóide indicada para ter seus benefícios você precisaria ingerir 60L de vinho. Melhor consumir resveratrol na forma de suplemento.

Deixe para tomar seu vinho em situações especiais. Escolha um bom lugar, um bom vinho, uma boa taça, uma boa companhia e desfrute este momento. Não banalize a ingestão desta bebida tão elaborada.

O consumo de 10g por dia de chocolate com alto teor de cacau (acima de 80%), comprovadamente diminui os efeitos do estresse, melhora a flora bacteriana intestinal, além de reduzir a vontade de consumir doces.

Consuma sempre um prato de salada antes das refeições, alem de garantir uma boa ingestão de fibras, você irá ficará satisfeito com menor quantidade de alimentos no prato principal

Cuidado com a quantidade de azeite! Apesar de ter um tipo de gordura saudável não deve ser consumido à vontade.

Quando for a uma churrascaria aproveite a mesa de saladas que são sempre muito boas e completas. Isso vai reduzir sua fome e conseqüentemente seu consumo de carnes e frituras.

Evite adicionar muito sal a comida, além de reduzir o seu paladar, já que o sal é predominante, com o passar do tempo pode aumentar sua pressão arterial. Utilize outros temperos para dar sabor a comida, como mostarda, alho, cebola, alecrim entre outras ervas.

A musculação é uma ótima arma na ajuda do emagrecimento. O ganho de massa muscular faz com que o nosso organismo gaste mais calorias para se manter. mas não se engane apenas fazer musculação não emagrece.

Procure sempre fazer atividade física sob orientação de um profissional da área. Sem dúvida você alcançará seus objetivos mais rapidamente e correrá menos risco de se lesionar.

A melhor maneira de emagrecer com saúde é unir a pratica regular de atividades físicas com uma alimentação saudável.

Pequenas mudanças trazem grandes resultados. Já pensou em andar mais a pé?

Faça as refeições com calma, às vezes com a desculpa de que não temos tempo acabamos desenvolvendo o hábito de comer depressa, mesmo quando não estamos contra o relógio.

Preste atenção para ver se você não é sempre o primeiro a acabar as refeições, isto pode te indicar se você está comendo rápido demais.

Observe se você não é sempre o primeiro a fazer seu prato quando a refeição está servida. Se isto acontecer com freqüência, esta ansiedade ao se servir pode continuar presente durante a refeição, induzindo a um consumo rápido e também maior de comida do que necessário.

Evita ao máximo fazer uma refeição com muita fome. Nestas situações agimos de forma instintiva e perdemos a capacidade de selecionar os alimentos e acabamos consumindo mais do que precisamos. Pela mesma razão evite fazer compras de alimentos no supermercado e na padaria, por exemplo, com fome, você levará para casa muito mais comida do que precisa.

Tamanho do prato (isto é quantidade de alimento no prato) não quer dizer nada, é possível comer pouco e mal, com muita gordura, ou encher o prato com poucas calorias.

Lembre se as crianças aprendem mais com o que vêm do que com o que ouvem.

Diversos estudos mostram que para uma criança provar um alimento novo este alimento precisa ser oferecido a ela pelo menos 10 vezes. Por isso, não desista de dar alguma fruta para seus filhos se eles não quiserem experimentá-la nas primeiras vezes que você oferecer.

Dê preferência aos fermentados ao invés dos destilados. O teor alcoólico dos primeiros é menor, levando a menor ingestão de calorias. Mas cuidado para não exagerar na quantidade de cerveja.

Por Dr. Lancha Jr.

www.institutovita.com.br